sexta-feira, 3 de abril de 2009

Últimos momentos...

...do diário que foi encontrado enterrado na neve da Áustria.

Österreich: Salzburg: Obertauern: 14 Mäarz 2009: niver T1.

Céu lindo lá fora... MUITO frio, pra contrastar com o dia calorento (MESMO) que fez hoje. Sol o dia inteiro, com direito a banho de sol em cadeiras de sol ao redor do Hotel. Muito bom!
Acho até que estou com o rosto corado. E com marca de blusa, e talvez até dos óculos. Fomos jantar no Alte Alm, e tanto a ida quanto a volta foram à pé. E na volta, céu estrelado, de ficar babando, cacando estrelas... Belo.
Queria o Fê aqui. Ia ser maravilhoso... Eu fico me imaginando com todo o pessoal do Evangelho e minha família.. O Gabriel ia se divertir tanto na neve!! Tô com saudade do meu mano lindo... Me dá um aperto tao forte no peito quando eu penso que eu vou voltar e ele vai estar enorme, e a Isadorinha vai estar tao diferente, engatinhando, quem sabe andando... =/ E quando eu lembro deles, o Gabriel rindo, correndo, tao lindo... =/ Ai, que dor..
E meu namorado, todos os dias ele me manda mensagem, uma, duas, até três vezes por dia, desde que cheguei aqui. Ele nao mede esforcos pra me ver sorrir, e cada mensagem é um sorriso imediato e demorado (...). E quando eu vejo um céu lindo assim, primeiro eu esqueco de tudo (nada melhor que um céu bonito pra me fazer viver só o presente), e depois eu me pergunto se lá eles também estao vendo um céu estrelado, e depois eu me toco que nao, nao estao, porque agora sao 4 pra 5 da tarde em Belém.
...
Amanha comeca meu curso de Ski. E amanha é o penúltimo dia que passamos aqui. Terca de manha partimos, pra chegar de tardinha em Paderborn e ficar lá até o fim de semana. Entao, como diria o Volker, durmamos!

(...)

16 März 2009 7:53 AM

Acordei cedo hoje, com dor no corpo inteiro! Ontem eu passei quase o dia inteiro esquiando, no curso. O curso foi bom e ruim, bom porque esquiar é bom demais, ruim porque o professor era esquisito demais. Esquiar trabalha cada músculo do corpo, é impressionante. Pelo menos para quem tá comecando. Eu sinto como se eu tivesse feito abdominal o dia inteiro, e também andado à cavalo e também carregado um monte de caixas pesadas, e também corrido com pesinhos nas pernas, de ponta de pé e também treinado danca do ventre e ioga. TUDO dói!!!
E hoje, logo hoje, que eu vou subir a montanha e esquiar numa montanha de verdade! Ui...
Ontem antes de dormir eu tive loooongas conversas com o Willi, a Manuela e a Eva. Na verdade a conversa comecou quando eu cheguei do curso, quase quatro da tarde, e só terminou quando eu fui dormir, nove e meia da noite.
Conversamos sobre tanta coisa legal, nossa, eu totalmente adoro as conversas com essa família. Eu tenho MUITA sorte mesmo!!
As histórias que eles me contam sao memoráveis. A Eva contou que quando o Willi tinha 12 anos, ele queria ficar lendo à noite, e ela nao deixava e mandava ele dormir. Entao ela entrava no quarto dele de 10 em 10min pra ver se a luz tava apagada e se ele estava dormindo. Ele entao pegou um relógio alarme, tirou o que tinha dentro e colocou uma lâmpada, que ele ligou num fio que passava pelo teto e ia parar no interruptor, pegando a energia da casa e acendendo a "lanterna". Mas esse mecanismo era ligado em clipes de papel que de algum modo acionavam a energia quando a porta estava fechada, e a desativavam quando a porta era aberta, de modo que quando a Eva ia checar, abria a porta e o quarto estava escuro, e o Willi estava "dormindo", cheio de coisas embaixo da coberta. E quando ela fechava a porta, a luz do relógio acendia automaticamente, e ele podia voltar a ler. =)
E ele contou das viagens que ele fez com a Raimbow Tours, uma empresa de turismo barato daqui, que tem viagens pra diversas partes da Europa (vou com essa empresa pra Amsterdan no final de Abril). O fato é que o Willi contou que trabalhou na Raimbow tours, quando tinha 26 anos, como guia turístico! =D Ele tem umas histórias ótimas!
Bom, mas agora preciso parar de escrever porque.. uma montanha me espera! (ou duas, ou três).


(Abend) 20:18

Cara... é maravilhoso. E eu nem cheguei no ponto onde a gente realmente aproveita a coisa.
A vista, a sensacao de estar caindo, caindo, sem medo de morrer... Eu tive medo de morrer. Mas só a cada comeco, a cada vez que eu tive que dar o primeiro impulso. Depois, pra mim era "egal" se eu caísse ou nao. Eu já tava indo, agora vamo encarar. E eu encarei. Duas, três, quatro, seis vezes, subir no teleférico e descer a montanha, cada vez numa pista diferente. E eu caí tantas vezes que perdi a conta, mas só a primeira foi feia. Eu nem lembro direito como foi, mas lembro que meu esqui nao abriu e eu nao podia me mexer, quer dizer, nao podia mover as pernas, e ninguém fez nada para ajudar, só ficaram olhando eu de perna aberta e bunda pra cima... E eu fiquei dizendo em alemao "a perna! a perna! tá doendo!" e o professor foi lá e abriu a alavanca que prende o esqui à bota. E depois ficou perguntando o que aconteceu, dizendo que eu tinha feito errado, perguntando por que eu nao parei, e eu disse, eu tentei! e ele brigou comigo porque aquilo era ruim pra ele, como professor, ruim pra "reputacao" e eu disse "desculpe!" em alemao, porque eu nao saberia dizer em alemao "eu nao sei se deu pra perceber, mas eu nao fiz o movimento errado com a intencao friamente calculada de me esbofetar na neve e estragar sua reputacao". =P Enfim. Depois eu caí tantas vezes que ele já nao estava mais nem aí, e nem me esperava chegar pra dar as próximas instrucoes, e eu meio que me virei sozinha. Fiz como sabia fazer e fiz bem. A verdade é que tudo que eu aprendi de esqui foi com o Willi e com a Manuela, e o que nao foi com eles, aprendi caindo, errando e tentando diferente. E cheguei a sábias conclusoes!
1. Para iniciantes, é muito ruim que a vista lá de cima seja tao bonita, porque ou você aprecia e cai, ou presta atencao no que tá fazendo e perde toda a paisagem, vendo só sue pé e a área em volta dele.
2. Esquiar se resume a fazer tudo que seu corpo diz para nao fazer. Lute com seu corpo, e se ele nao obedecer, depois de algumas quedas ele aprende a licao.
3. Nao tem nada melhor que aproveitar o fato de você ter caído. Deite na neve e descanse um pouco, porque esquiar é MUITO cansativo.
4. Nao tem nada melhor que ser iniciante em esqui se você procura algo para substituir a academia. Trabalha absolutamente todos os músculos do seu corpo, principalmente aqueles que você nem sabia que existiam.
5. O primeiro dia é exaustivo, e a primeira pisada naquele treco dá uma sensacao de vazio interior e um medo do que vai te acontecer (porque você tem absolutamente KEINE ANUNG* do que vai te acontecer), é um absurdo. Mas se você nao desistir, no dia seguinte é como se você nunca tivesse estado fora dos esquis. (Exagero, claro, mas você se sente muito à vontade).
6. E cuidado: vicia.

Bem, depois de todas as milhoes de voltas com o professor e suas 9 alunas (mulheres), eu resolvi parar por ali, e fui pra pista dos iniciantes onde eu fiquei ontem. Encontrei o Rudolf (o prof de ontem) e a Noel, a sul-africana, e fui passear com ela depois da aula, subimos e descemos duas vezes e eu dei as dicas que os dois me deram e que o Rudolf DEVIA ter dado. Ela é tao fofa! E tem 27 anos, nem parece. Parece uns 20, sei lá.
E aí depois o Willi e a Manuela chegaram pra me buscar pra dar uma volta na montanha com eles. E adivinha? Foi MUITO melhor que com o professor. Eles sao muito mais pacientes, atenciosos e dao as dicas certas e têm muito mais prazer em fazer isso tudo. E valorizam de verdade meus avancos, muito importante.
Mas foi difícil, eu tive muito medo e várias vezes eu quis desistir. Mas como se desiste disso quando se está no alto de uma montanha cheia de neve, onde as únicas saídas possíveis sao pistas de ski? =P
Sendo assim, fui até o final, e no final tinha um bar (o mesmo das outras vezes) onde entramos para o último (pra mim, o primeiro autêntico) Aprés Ski.
E depois, esquiando pra casa! Foi 10. =)

Um comentário:

Buguela e o Sonho Feio disse...

eu adoro as tuas histórias. deves escrever um livro.e o que foi aquilo do mecanismo enganador de mãe que não deixa o filho ler depois das 10? amei! \o/


=*