segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

no Rio! a Odisséia rumo a Paris.

O nome dela era Margareth, e estava indo pra Lisboa, onde mora há 30 anos. Tinha passado 3 meses em Belém, visitando a família e aproveitando a cidade que ela ama de todos os jeitos possíveis. Juntas no desastre em comum, nao éramos só nós duas. Nos mandaram esperar por um cara que iria cuidar de todos os passageiros com conexao para Paris, e assim nos juntamos todos. Eu, Margareth, a Roberta - uma paraense que mora em Zurique, o Saul, paraense também, que tava indo fazer o Deutsch Winterkurs em Leipzig, além de outras pessoas com quem nao conversei. E tinha também um menino, visivelmente estrangeiro, que chegou com uma mala suja de terra, uma camiseta toda furada, um chapéu de palha na cabeca e um par de tênis sujos e meias na mao. Sim, ele estava descalco, no aeroporto do Rio de Janeiro, e parecia meio perdido. Eu olhei pra ele, ri um pouco e perguntei: "what's wrong?", e ele respondeu sem graca "it was too hot in Belém...". Há, como se eu nao soubesse. Só um ano fora e o calor de Belém me veio tao... calorento! Eu nunca tinha ficado tao desconfortável dentro de uma calca jeans, nunca tinha sentido tanta vontade de andar pelada, e nunca tinha sentido tanto prazer em entrar debaixo de um chuveiro gelado - três, até quatro vezes ao dia.
Conversamos no caminho em inglês, e ele se atrapalhava com as palavras, e depois confessou: eu passei muito tempo falando português, agora nao consigo falar inglês direito... Perguntei de onde ele era. Alemanha. Há! Eu moro em Hamburgo! "Aha! Sprichst du Deutsch?!" Aí ele me pegou. Tive que usar a mesma desculpa. É, passei muito tempo falando só português. Agora nao consigo falar alemao direito... Hehe..
O cara era uma figura. 19 anos, resolveu se mudar pra Anapu, pra entender como funcionam os projetos de desenvolvimento sustentável de que ele ouviu falar. Perguntei se era uma pesquisa, ele disse que sim. Perguntei o que ele estudava. "Viver", foi a resposta dele, com aquele erre no final, meio paulista, bem estrangeiro.

As horas no Rio foram muitas, mas passaram rápido. Passamos o tempo inteiro tentando salvar nossas vidas, porque nao decidiam de uma vez o que ia ser da gente. Enquanto eles pensavam, a gente fazia ligacoes nacionais e internacionais de graca do telefone da Tam, porque era um direito nosso, e é sempre muito bom usufruir dos nossos direitos. Falei com quem tinha que falar pra avisar do ocorrido, e liguei até pro namorado na Polônia, já que ele iria me visitar no dia seguinte.
A conexao era Air France, mas a Tam resolveu botar a gente num vôo Tam mesmo, que saía três horas depois do da Air France. E se a gente nao tivesse ficado em cima, era capaz de eles colocarem a gente num vôo no dia seguinte, ou pior. Mas no fim, deu tudo certo, e embarcamos num aviao à meia-noite (tava atrasado), e quase uma da manha partimos rumo a Paris.


O aviao era bem confortável, e eles colocaram a Margareth, a Roberta e eu juntas, na mesma fileira. Mas a Roberta, que tava no meio, pediu pra sentar sozinha, e ficou uma cadeira vaga do meu lado - ótimo pra esticar as pernas durante as 12 horas de sono-filme-música-comilanca. =)
Eu ganhei até um kit muito fofo, todo em vinho - uma bolsinha linda, com escova e pasta de dentes, um pente, um par de meias pra andar no aviao, um fone de ouvido e um protetor auricular. Bem gay. Amay.
E durante o vôo era possível programar uma lista de reproducao com as músicas que a gente quisesse, e eu coloquei as minhas preferidas da Vanessa da Mata, Maria Rita, Nara Leao e outros que eu esqueci. Esqueci porque, depois que comecei a ouvir um CD que eu nem conhecia, e que tinha colocado por acaso, só pra ver o que era, nao quis mais ouvir outra coisa.

Uma voz linda, quente, ai!, dava até arrepio escutar aquele homem cantar. Umas músicas românticas bem clássicas americanas, num ritmo meio anos 50, assim, meio Frank Sinatra. Gamei. Tirei o resto da lista e deixei só ele embalar meu sono internacional. Michael Bublé, meu mais novo eterno amor.




=P
Bom, aí tá um vídeo dele: "Im Your Man" ao vivo.



http://www.youtube.com/watch?v=FSU8GWW2LBk

3 comentários:

vv_fernanda disse...

ah veio em Belém pegar um calorzinho, e já voltou pro friozão da europa né? imagino a estranheza que sentiu!

Sarah disse...

amo amo amo buble! é um sonho!
beijos e otima semana!

Sonia disse...

Adoro as músicas dele. Parabéns pelo blog!

Abraços.